Salário de servidores públicos do Ceará não serão reduzidos, garante Camilo Santana

Arrecadação afetada

Camilo Santana reconheceu que, por causa da pandemia, a arrecadação do ICMS será afetada. “Estamos numa perspectiva de queda significativa de arrecadação de ICMS, que é o principal imposto que o estado arrecada. Terá impacto sim, na economia do Estado, nas contas do governo do Estado”, admitiu.

Para aliviar o impacto negativo na economia do Ceará, o governador explicou que o governo tenta reduzir despesas para garantir os serviços essenciais para a população e o pagamento dos servidores públicos.

“Nós criamos um grupo de trabalho com os outros poderes para fazer exatamente todas as medidas necessárias para reduzir despesas, onde podemos reduzir para garantir o funcionamento de serviços essenciais da população e garantir o pagamento em dia dos servidores públicos do estado do Ceará. Tanto que essa vai ser uma das nossas prioridades, de garantir o pagamento rigorosamente em dia do nosso servidor do estado do Ceará”, reforçou.

Renovação do decreto de isolamento social

Durante a entrevista, Camilo Santana também falou sobre eventual renovação do decreto de isolamento social no Ceará. O governador disse que durante esta semana vai se reunir com toda equipe técnica do governo para avaliar sua decisão.

“Ao longo da semana eu estarei conversando com os especialistas liderado pelo doutor Cabeto, com os infectologistas, epidemiologistas, para a gente saber quais decisões vamos tomar a partir de domingo, quando vai vencer o decreto que está em vigor atualmente. A partir daí a gente vai anunciar quais serão as medidas tomadas a partir de domingo”, afirmou.

Camilo Santana ainda ressaltou a importância de ouvir os especialistas da saúde. Segundo ele, todas as decisões do governo com relação ao enfrentamento da crise têm sido pautadas ouvindo as orientações de especialistas e médicos.

“É a ciência que precisa orientar nossos passos dia a dia aqui no Ceará”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *