Frascos de álcool em gel com suspeita de adulteração são apreendidos em Quixadá

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) apreendeu 183 frascos de álcool em gel com suspeita de adulteração, que vinham sendo comercializados na cidade de Quixadá, no sertão central do Ceará. A  ofensiva de combate à venda irregular do produto aconteceu na manhã do último sábado (28), mas foi divulgada somente nesta segunda-feira (30). 

A investigação policial aponta que todo o material apreendido, incluindo 122 vasilhames de um litro de álcool em gel e 61 frascos de 30 ml cheios, foi parar nas prateleiras do comércio local por meio de uma fábrica de cosméticos que havia sido fechada no último dia 27 de março, em Aracati, no litoral cearense. Na ocasião, o proprietário do estabelecimento e o químico responsável pela fórmula foram autuados em flagrante. 

>Fábrica que usava etanol para produzir álcool em gel é fechada e trio é preso em Maracanaú

>Dona de farmácia é presa ao elevar preço do álcool em gel de R$ 1,99 para R$ 11,99 em Cascavel

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), como forma de proteger a população, a Polícia Civil vai manter diligências para localizar outros estabelecimentos que comercializem álcool em gel com a composição adulterada. 

Em meio à pandemia do novo coronavírus no mundo, o uso do produto vem sendo indicado pelos órgãos de saúde para higienização quando não houver água e sabão à disposição. Daí a alta procura pelo item.

Denúncias

A SSPDS pede que a população contribua com as investigações do caso, repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número (88) 3445-1047, da Delegacia Regional de Quixadá, ou para o WhatsApp da unidade policial pelo número (88) 98821-6771. O Governo do Estado afirma garantir o sigilo e o anonimato.

Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *